Os jogos de luta têm mais representação feminina hoje do que na década de 90?

Há alguns dias, a crítica de games feminista Anita Sarkeesian lançou um vídeo novo em seu canal Feminist Frequency (https://www.youtube.com/channel/UC7Edgk9RxP7Fm7vjQ1d-cDA) falando sobre a falta de variedade de representação de corpos femininos em videogames, argumentando que os homens têm uma variedade imensa de representações físicas de acordo com suas personalidades e características, mas as mulheres continuam presas ao padrão social estabelecido pela sociedade patriarcal. Eu, de cima da minha montanha de privilégios masculinos, não poderia explicar melhor do que ela, então tá aqui um link pro vídeo (em inglês): https://www.youtube.com/watch?v=qbqRtp5ZUGE

Continuar lendo

Lakeside Blog, seu lugar especial

Sejam todos bem-vindos ao Lakeside Blog.

Esperamos que aproveite bem sua visita a Silent Hill, com o melhor de nossos pontos turísticos. Visite os apartamentos Wood Side e Blue Creek, onde televisões se ligam sozinhas, carteiras se perdem em privadas fétidas e um doido com uma pirâmide na cabeça anda pra lá e pra cá estuprando as coisas. Também não deixe de prestigiar os serviços de nossas lindas, ahem, enfermeiras no Brookhaven Hospital.

Atravesse o lago enevoado e venha aproveitar sua estadia no Lakeview Hotel, e conte com nossa conexão de Internet, além de nossas fitas cassete, para aproveitar ao máximo tudo que nosso blog tem a oferecer.

Claro que nosso conteúdo não é apenas sobre Silent Hill. Cada um de nossos colaboradores tem algo legal a dizer sobre as novidades que aparecem no universo dos games, bem como sobre o nosso passado. Afinal de contas, assim como em Silent Hill, o passado define nossa experiência.

James Sunderland tem vários possíveis finais em Silent Hill, mas em todos eles algo novo é descoberto. Leve daqui uma nova perspectiva quanto ao seu game favorito, um ponto de vista diferente, algo que você não sabia antes. Essa é a ideia.